Maníaco da torre é condenado á 21 anos e quatro meses de prisão


Terminou na noite desta quinta-feira (14), o juri popular que condenou o Roneys Fon Firmino Gomes, 43 anos (maníaco da torre), á 20 anos de prisão pela morte da jovem Ednalva José da Paz de 19 anos e mais 1 ano e 4 meses por ocultação de cadáver. 

Os jurados compostos por 4 mulher e 3 homens acataram a tese do MP, mas o placar foi de 4x3 pela condenação. Durante o juri desta quinta-feira o réu negou a todo o tempo ter cometido o crime da Ednalva. 

O maníaco da torre é acusado de uma série de assassinatos contra garotas de programa. São 6 crimes que a polícia atribui ao ré e outros que os policiais suspeitam. A defesa do Roneys disse que vai recorrer da sentença. 

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››