Princípio de motim é controlado na Cadeia Pública de Maringá


Na tarde desta terça-feira (28/08) por volta das 14 horas presos da ala de convívio da Cadeia Pública de Maringá durante a movimentação de rotina de presos pegaram um preso na tentativa de mantê-lo como refém,  imediatamente os agentes de plantão da Cadeia acionaram equipe  do SOE - Setor de Operações Especiais de Maringá do DEPEN - Departamento Penitenciário do Paraná, ato contínuo no momento da ocorrência policiais militares do Choque do 4o Batalhão de Polícia Militar que estavam no setor de flagrantes  da delegacia apoiaram a equipe de plantão e o preso foi liberado, logo a seguir agentes do SOE que estavam em deslocamento para outra missão interviram assumindo a ocorrência.

Todas os presos da Cadeia Pública de Maringá passaram por revista minuciosa, sendo localizado um estoque - faca artesanal feita com um eixo de ventilador da Cadeia que foi danificado pelos presos, após os procedimentos de revista na Cadeia, 20 presos foram transferidos da Cadeia Pública de Maringá para a Casa de Custódia de Maringá.

No momento da ocorrência na ala de convívio onde presos se amotinaram havia 61 presos, o número total de homens presos na Cadeia Pública de Maringá é o de  118, e 06 mulheres que serão transferidas para Cadeia Feminina de Astorga.

Na ocorrência não houve nenhum preso ou agente ferido, e não houve danos estruturais, após os procedimentos a unidade prisional voltou a normalidade.

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››