Buscar
  • Oséias Miranda

Finanças pessoais e empresariais: aprenda a organizá-las separadamente

Misturar as finanças pessoais e empresariais em uma mesma conta é um erro que

muitos pequenos empreendedores cometem ao começar um novo negócio.

Pode parecer que uma única conta vai facilitar as transações e economizar

tempo, mas a verdade é que usar uma conta única vai atrapalhar a organização das

finanças da sua empresa.


Para entender como organizar as finanças pessoais e empresariais separadamente, confira o post que a Credisul preparou para você. O que são finanças pessoais? - Quando uma

empresa é comandada por um único dono, que também administra as finanças

do negócio, pode parecer mais fácil organizar tudo em uma mesma conta.


Porém, os saldos da empresa entram pela conta pessoal do dono e todos os

investimentos para a empresa, junto com contas, impostos, e pagamentos de

contas pessoais do sócio se misturam e podem acabar se confundindo. As

finanças pessoais de um proprietário ou sócio não devem se misturar com as

finanças empresariais.


Ao fazer isso, toda a organização financeira em âmbito

pessoal e profissional é prejudicada. Por isso, manter duas contas separadas

para cada esfera é muito importante. Como organizar as finanças pessoais? Você

pode fazer essa organização através de planilhas de planejamento financeiro,

por exemplo.


É importante definir qual o seu ganho e qual o seu gasto e a partir

daí estabelecer metas para suas finanças pessoais e investimentos. Quando você

mistura as contas pessoais com as finanças empresariais, fica muito mais difícil

perceber os seus dados financeiros pessoais e é quase impossível estabelecer

metas e cumpri-las, já que todas as finanças acabam se misturando e é

impossível manter uma base de dados confiável e organizada.


Clique aqui e leia CREDISUL

mais no site da https://blog.credisul.com.br/financas-pessoais-e-empresariais


  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Banner---970-x-100-px.jpg