Buscar
  • Oséias Miranda

Frente Parlamentar de Educação quer levar vacina contra a Covid-19 para professores

Semana passada, o prefeito de Maringá sancionou a lei 11.245 que antecipa a vacinação de profissionais da educação básica do município, nas redes pública e privada, para a segunda fase do plano de imunização contra o Covid-19. Isto quer dizer que o grupo receberá a vacina junto com os idosos de 60 a 69 anos. Porém, a prefeitura alega que o cumprimento da lei dependerá da quantidade de doses repassadas à Maringá pelo Ministério da Saúde.

A proposta é resultado do projeto 15.848/2021, de iniciativa dos vereadores Ana Lúcia Rodrigues, Mário Verri e Onivaldo Barris, da Frente Parlamentar da Educação, em conjunto com o vereador Dr. Manoel Sobrinho.


Considerando a importância da matéria, os demais edis rubricaram o texto.

Fazem parte desse grupo os profissionais que exercem suas atividades em

estabelecimentos de educação infantil (creches e pré-escolas), ensino fundamental, ensino médio, ensino profissionalizante e educação de jovens e adultos.

No final de março, o governador Ratinho Junior informou que os profissionais da educação e os policiais, da rede estadual, deverão ser agrupados às pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades, na lista de vacinação. Com isto, a expectativa da retomada das aulas presenciais é para maio.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram