Buscar
  • Oséias Miranda

Pesquisa do Procon indica diferença de até 206% em produtos da cesta básica


A Prefeitura de Maringá tem ações para garantir a qualidade nos serviços e atendimentos no comércio da cidade. Como acontece com as pesquisas do Procon, que visam orientar o consumidor em relação aos preços dos produtos, colaborando para que haja uma economia no orçamento familiar. O órgão de defesa do consumidor divulgou nesta terça-feira, 25, uma pesquisa de preços sobre produtos da cesta básica. O levantamento foi feito em seis estabelecimentos atacadistas e em seis varejistas, comparando os preços de 75 itens.

A maior diferença, de 206,6%, foi encontrada no preço do sabão em pó. O preço da embalagem de 1,6 quilo variou entre R$ 6,49 e R$ 19,90, para venda no atacado. Já no varejo, a maior diferença registrada foi do quilo da cenoura, com 204% entre os estabelecimentos. O menor valor foi de R$ 1,97 e o maior de R$ 5,99.

“Esse levantamento e a comparação demonstram a importância do consumidor pesquisar antes de realizar as compras. Demonstram também uma prática comum dos estabelecimentos que é a promoção de determinados produtos e outros com valor mais elevado. Por isso o consumidor deve ter bastante atenção na compra”, orienta a coordenadora do Procon, Patrícia Parra.

No atacado, caso o consumidor realize a compra de todos os produtos da cesta básica nos locais com valores mais baratos, haveria uma economia de R$ 225,05. No varejo, a economia seria de R$ 306,63. “É um valor bem considerável e que ajudaria muito no orçamento familiar”, reforça Patrícia.

Essa foi a segunda pesquisa realizada pelo Procon em 2022 sobre cesta básica. Na primeira, feita no final de maio, a diferença registrada chegou a 222%, no quilo do limão, sendo o menor preço R$ 0,99 e o maior R$ 3,19. Na pesquisa realizada nesta terça-feira, 25, a diferença foi de 60,1% no atacado e 41,7% no varejo, com o valor mais alto chegando a R$ 8,49 o quilo.

As principais diferenças e preços para compra no varejo foram:

• Mercearia - 33,2%

O quilo do sal refinado tem diferença de 106,6%, com menor preço de R$ 1,35 e o maior de R$ 2,79

• Higiene e limpeza - 48,8%

Embalagem com 1,6 quilo do sabão em pó com 141,6% de diferença, com menor preço R$ 6,99 e o maior de R$ 16,89

• Hortifruti - 46,6%

O quilo da cenoura com diferença de 204%, com menor preço R$ 1,97 e maior de R$ 5,99

• Carnes - 40,3%

O quilo da alcatra com 82,9% de diferença, com menor preço de R$ 32,78 e o maior de R$ 59,98

As principais diferenças e preços para compra no atacado foram:

• Mercearia - 23,6%

Embalagem com 500 gramas de margarina com 134,5% de diferença, com menor preço R$ 2,98 e maior de R$ 6,99

• Higiene e limpeza - 38,3%

Embalagem com 1,6 quilo de sabão em pó com diferença de 206,6%, com menor preço R$ 6,49 e o maior de R$ 19,90

• Hortifruti - 36,2%

O quilo da cenoura com 94,6%, com menor preço de R$ 1,69 e o maior R$ 3,29

• Carnes - 33,3%

O quilo do filé de peito de frango com 66,7% de diferença, com menor preço R$ 13,79 e o maior R$ 22,99

• Confira todos os dados da segunda pesquisa do Procon sobre 75 produtos da cesta básica:

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Banner---970-x-100-px.jpg