Buscar
  • Oséias Miranda

Prefeitura realiza conferência pública para debater zoneamento e altura dos edifícios



A Prefeitura de Maringá tem uma gestão sustentável e busca debater o desenvolvimento da cidade com a comunidade. Como acontecerá na próxima quarta-feira, dia 26, às 19h, na Câmara de Vereadores, em conferência pública para debater o zoneamento e o limite na altura dos edifícios em algumas regiões da cidade. Os temas já foram abordados em audiências do Plano Diretor e agora ganham debates mais segmentados e direcionados, depois de passarem pelo Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial (CMPGT).

Entre as regiões que serão abordadas na conferência pública estão o prolongamento da Rua Sadao Inaoka, no Jardim das Estações, próximo ao Parque do Japão, e o trecho entre as ruas Estácio de Sá e Dr. Saulo Virmond, na região Sul da cidade, próximo ao Cemitério Municipal.

Além disso, a ação vai ouvir a população sobre parâmetros urbanísticos em relação à altura máxima de edificações. Será debatida a restrição de altura para construções em um raio de dois quilômetros no entorno da Catedral Nossa Senhora da Glória, 500 metros dos principais parques e de 200 metros dos patrimônios arquitetônicos históricos e dos fundos de vale. A altura do edifício considera um limite da cota de topografia, relacionado ao nível do mar, variando de região para região na cidade.

A diretora presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam), Bruna Barroca, ressalta que a participação popular é importante para definir o crescimento ordenado da cidade. “Essas mudanças só serão permitidas em regiões da cidade que não prejudiquem o patrimônio histórico cultural e o nosso patrimônio ambiental. Consideramos uma condição de qualificação urbana com várias exigências, como um recuo maior, uma área de permeabilidade maior, teremos fachadas ativas, abertas, que tenham uma interação com os pedestres, entre outras situações”, explica Bruna Barroca.

INSCRIÇÕES - As inscrições para participar da conferência pública são limitadas. Há 160 vagas para pessoas da sociedade civil organizada, com direito a voz e voto, 40 vagas para cidadãos que não representam entidades, com direito a voz, mas não a voto.

Pela internet, a inscrição pode ser feita até a meia noite do dia 23 de outubro de 2022, neste link .

Também é possível fazer a inscrição presencialmente, no Ipplam, no Paço Municipal, até o dia 21 de outubro, entre 8h e 11h30 e entre 13h e 17h.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Banner---970-x-100-px.jpg