Buscar
  • Oséias Miranda

Procon entrega documentos sobre postos de combustíveis para a Polícia Civil



O Procon de Maringá entregou ontem (21) documentos sobre os postos de combustíveis para a Polícia Civil. O material é resultado de uma vistoria feita em 18 estabelecimentos há duas emanas e atende denúncias de reajuste irregular de preços feitas pela comunidade.

Em 14 postos foram flagradas irregularidades. “Verificamos que houve aumento dos combustíveis antes mesmo que os preços subissem nas refinarias. A polícia agora vai apurar se houve crime contra a economia popular. O nosso trabalho continua porque já recebemos outras denúncias”, explica a coordenadora do Procon, Patrícia Parra.

O governo anunciou que os preços subiriam no dia 11 de março e, no dia anterior, alguns postos foram flagrados já com preços novos. O delegado chefe, Adão Wagner, e o delegado Luiz Alves, receberam os documentos na delegacia de Polícia Civil e vão investigar o caso. “Por meio da documentação enviada pelo Procon teremos condições de verificar se houve crime”, diz Luiz Alves.


O Procon já vistoriou os postos maringaenses esse ano. Inclusive em uma operação com a Agência Nacional de Petróleo (ANP). O trabalho é constante com o objetivo de garantir que o consumidor tenha produtos de qualidade e melhor atendimento, além de evitar irregularidades.


Confira os canais do Procon:

• Denúncia: (44) 98402-0433

• Atendimento: 151

• E-mail: procon@maringa.pr.gov.br

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Banner---970-x-100-px.jpg